SECRETÁRIO DE SEGURANÇA RECEBE ENTIDADES PARA TRATAR DE AUMENTO SALARIAL

Cumprindo o que foi acertado com o Governador Geraldo Alckimin em fevereiro passado, o Secretário de Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, se reuniu na manhã desta terça-feira, 18 de abril, com as entidades que compõem a CERPM – Coordenadoria das Entidades Representativas dos Policiais Militares do Estado de São Paulo, para o acompanhamento das finanças do Estado. As entidades continuam reivindicando o reajuste salarial para a Corporação.

A recuperação da situação econômica do Estado foi condição imposta pelo Governo para que fosse anunciado um índice de reajuste na próxima reunião com o Governador, marcada para junho. Enquanto isso, periodicamente as entidades serão recebidas pelo Secretário de Segurança para serem informadas sobre as receitas do Estado.

Na reunião de hoje, esteve presente o assessor de política tributária do gabinete da Secretaria da Fazenda, André Luiz Grotti Clemente, apresentando gráficos que demonstram uma arrecadação menor do que a esperada, em virtude das privatizações, da queda do consumo de combustíveis e da energia elétrica e do aumento do consumo de produtos importados.

Também esteve presente a Dra. Cláudia Romano, que veio falar sobre a Lei de Responsabilidade Fiscal, que impõe um limite prudencial do qual do Estado diz estar muito próximo, o que dificultaria a concessão de aumentos salariais.

Segundo o Secretário, apesar de todas essas justificativas, o Governador está sensível à problemática da Corporação, há três anos sem reajuste salarial, está se empenhando para manter as contas em dia, embora queixando-se do repasse do Governo Federal ao Estado de São Paulo, comparativamente aos outros estados.

As entidades presentes manifestaram sua preocupação quanto a situação da tropa, quanto ao inconformismo de seus associados, mas se comprometeram a manter o diálogo até a reunião de junho com o Governador, quando haverá uma posição oficial sobre o reajuste.

A próxima reunião com o Secretário de Segurança para o acompanhamento das finanças ficou agendada para o final de maio.

Leave a Comment