Associações ligadas aos PMs são homenageadas pelo Deputado Coronel Camilo

“Precisamos ter um foco: o único objetivo agora é o reajuste”. Com essa frase, o Deputado Estadual Coronel Camilo fez a abertura de uma Sessão Solene em homenagem às Associações ligadas à Polícia Militar, realizada na noite de segunda-feira, 25SET17, na Assembleia Legislativa. Mais de 100 pessoas compareceram ao evento. O objetivo foi agradecer o empenho de cada uma das entidades pelos serviços prestados ao policial.

O encontro teve cerca de 20 entidades na plateia e ocorreu no Plenário Juscelino Kubitschek, com a apresentação da Banda da PM, ao lado do Maestro Ferreira e do Coral da Cruz Azul. Presidentes receberam uma recordação das mãos de Deputado Coronel Camilo, Comandante-Geral da PM durante três anos (2009 a 2012).
“De pronto, quero colocar, mais uma vez, meu gabinete aberto a todos vocês. Contem comigo no que eu puder ajudar”, ressalta. Camilo lembrou de algumas carências vividas pelos PMs, entre elas a falta de assistência jurídica em ocorrências em serviços. “Isso já estou trabalhando aqui na Assembleia”.

O deputado observou uma série de regras que o PM tem de seguir e que a rotina não é fácil. “O policial não pode fazer greve, não pode se sindicalizar, não pode fazer manifestação e não pode pertencer a partidos políticos”, contou. Paralelamente a isso, Camilo fez uma menção sobre a excelente qualidade do serviço prestado aos cidadãos. “Mas tudo isso precisa ser valorizado e o reajuste é urgente”.

Na mesa dos trabalhos estavam: o Coronel Francisco Leopoldo, representando o Comando-Geral da PM, o Sargento Elcio Inocente, Presidente da Associação dos Policiais Militares Portadores de Deficiência (APMDFESP), Coronel Freitas, da Cruz Azul, Coronel Glauco, representando a Associação dos Oficiais da PM (AOPM) e Cabo Wilson, da Coordenadoria das Entidades.

Presidentes das entidades falaram sobre a falta de valorização salarial por parte do Governo do Estado. “Estamos indo a reuniões e esperamos, sim, que dias melhores virão”, acredita Ana Angela Palermo, da Pauliserv. O Coronel Glauco, chegou a pedir mais união dos policiais em prol de melhores salários. Já Coronel Puglia lembrou que as associações não podem aceitar a falta de reajuste e enfatizou que a manifestação por parte das entidades deve ser ordeira, na mesma linha da PM. Cabo Wilson comentou que Camilo, quando Comandante, recebia as entidades com zelo e reclamou que o salário da PM, hoje, é o 25º pior do Brasil.

Presidente da ASSPM Subten PM Marco Antonio Zanca foi representado pelo Secretário Geral Luis Fernando Pereira Carneiro e pelo Diretor de Colônias Celso José Feliciano.

Leave a Comment